Fisioterapeuta: Existe coerência entre sua fala e suas ações?

Na Fisioterapia podemos refletir lendo o título deste artigo de diversas formas e em diversas situações, tanto nas práticas relacionadas ao atendimento e tratamento dos pacientes quanto nos posicionamentos enquanto gestores do serviço.

Como nosso foco na Fisioconsult é o lado da gestão e empreendedorismo na Fisioterapia, iremos por este caminho..rs

O tema de hoje foi(é) inspirado na observação do comportamento de (alguns, muitos.. mas não todos) Fisioterapeutas nas redes sociais, nos discursos proferidos e finalmente em suas ações concretas no dia a dia.

Ao passear por redes sociais verificamos com muita frequência posts e comentários defendendo a profissão, conclamando união profissionais, exigindo respeito de outras profissões da área da saúde, reclamando dos planos de saúde, condenando a corrupção no país e sempre apontando o que não concorda ou o que julga estar errado. Até este ponto tudo certo e lícito nestas atitudes.

Porém quando vamos avaliar a prática profissional, encontramos diversos locais onde o Fisioterapeuta se comporta de forma contrária ao seu discurso e/ou posicionamento (citado acima no outro parágrafo). Vejam os exemplos e reflitam comigo: Colegas de profissão que não registram suas atividades no Crefito, não emitem nota fiscal para seus clientes, não registram seus funcionários adequando a lei, não registram a evolução dos atendimentos em prontuário, aplicam técnicas ou ferramentas sem respaldo científico, desrespeitam colegas de profissão, fazem guerra de preço…

A tão sonhada e esperada valorização profissional não será um acontecimento com dia e hora marcada para acontecer, não teremos um evento ou um ponto cronológico que representará esta mudança. A valorização profissional acontece (ou deveria acontecer) de dentro para fora. Ou seja, somos e damos exemplo aos nossos colegas, aos nossos pacientes, aos colegas de outras áreas da saúde, a todos que nos circudam.

Me fez lembrar de uma frase de Mahatma Ghandi: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”.

E continuemos em busca da (nossa) Valorização da Fisioterapia.

Sucesso e bons Negócios

 

Imagem: Google imagens

Últimos Posts

Deixe um comentário