Fisioterapeuta e Gestor: Existe Semelhança?

Esta semana visualizei (e compartilhei) uma brilhante postagem da Fisioterapeuta Dra. Natália F. N. Bittencourt, sobre o raciocínio clínico. Eis a frase que ela postou:

“Fisioterapia não é o uso de técnicas aleatórias. A técnica está a serviço do raciocínio clínico”

O que vemos atualmente no mercado de Fisioterapia é uma profusão de cursos e técnicas (nem sempre com embasamento científico) prometendo uma gama de resultados positivos junto ao paciente. Ter conhecimento em diferentes abordagens para ter êxito nos serviços prestados e entregar bons resultados ao seu cliente é fundamental, mas vejo que o uso destas ferramentas é posterior a uma boa avaliação Fisioterapêutica, guiado por um raciocínio clínico coerente e correlacionado aos achados na avaliação.

E porque existiria semelhança entre um gestor e um Fisioterapeuta?

Um bom gestor sempre avalia o negócio antes de tomar decisões, investiga minuciosamente todos os cenários e problemas para definir qual(is) a(s) melhor(es) solução(ões). As ferramentas escolhidas tem que ser coerentes com os problemas avaliados, para que o resultado seja positivo.

Outra semelhança entre o gestor e o fisioterapeuta, é que ao longo do processo de trabalho, são necessárias averiguações (Reavaliação) para saber se as metas organizacionais (objetivos do tratamento) estão sendo alcançadas.

Ou seja, Fisioterapeuta e gestor tem muitas semelhanças. Busque sempre ser um Fisioterapeuta de excelência, usando sempre um raciocínio clínico baseado em uma avaliação criteriosa. Busque também ser um excelente gestor, cuidado bem de sua empresa e de seus clientes.

Sucesso e bons negócios!

Últimos Posts

Deixe um comentário